Objectivo 2017

2 11 2010

Eu tenho um desejo a inflamar-me o coração já à uns dias, que por 2017, se o Senhor permitir que ainda cá estejamos, no dia 31 de Outubro, data que assinala os 500 anos do inicio da Reforma Protestante, o dia maravilhoso em que um simples monge agostiniano achou que poderia mudar as mentes de todo um império e operar uma mudança no seu seio. Nesse dia apesar de ele não o saber, Deus utilizou-o para operar uma mudança cultural tão enorme, que para encontrar algum evento na história mundial que ultrapasse este teríamos que retornar 1517 anos, e olhar para o maior evento da História Humana.

Este monge talvez por ingenuidade achou que poderia mudar algo na doutrina papal, mas cedo percebeu que isso não iria acontecer, mas no entanto em vez de fechar os olhos e assobiar para o lado, ele optou por ainda assim não se calar, ele optou por ainda assim não se deter. Se tivesse de morrer, morreria, mas morreria a defender a Santa Palavra de Deus. E por causa da sua perseverança nações inteiras foram abaladas, e ainda hoje sentimos os ecos de esse simples acto que ele um dia tomou, de escrever e afixar umas teses, do que ele achava que estava mal na Igreja.

Mas hoje, esses ecos quase que desvaneceram, esses brados de lealdade a Deus, transformaram-se em meros sussurros de uns poucos, a Palavra de Deus que foi a força que compeliu a Reforma a marchar em frente, agora é posta de lado, sob o pretexto de criar pontes e plataformas de entendimento com todos os cristãos.

O meu ardente desejo é este, não ouso dizer que é de Deus, que no dia 31 de Outubro de 2017, os cristãos por todo o mundo, façam o nome do Senhor Jesus e os ideais da reforma serem conhecidos de uma forma como nunca antes foi feito, não utilizando marchas nem grandes campanhas, mas que esta data que assinala os 500 anos da Reforma, os 500 anos do fim da tirania papal sobre os servos de Deus, seja uma data de divulgação do evangelho puro, sem qualquer tipo de aditivos, a pregação pura e fiel aos Escritos Sagrados, que utilizemos todos os recursos ao nosso dispor nessa data para nos apoiar nesta façanha, mas que tenhamos bem presentes as palavras de Lutero: “Não fiz nada, a Palavra fez e realizou tudo!”. Mas comecemos já a trabalhar neste ideal, não aguardemos por essa data comecemos já!

Divulguem este texto nos vossos blogs e boletins, e sobretudo oremos sem cessar por direcção, para que de uma vez por todas expulsemos das nossas igrejas estes ladrões, que tal e qual nos tempos de Jesus, e tal e qual nos tempos de Lutero, estão nas nossas igrejas em busca do proveito próprio. Jesus deu-nos o exemplo, e o Espírito Santo inspirou os reformadores a fazerem o mesmo. Chegou a nossa hora também, corramos com estes lobos disfarçados de ovelhas do nosso meio, rejeitemos qualquer ecumenismo com eles ou outras religiões pagãs, julguem vocês a quem vos compensa fazer a vontade, se a Deus ou ao mundo.

Não assino este documento, pois não quero que este seja o manifesto de A ou de B, nem sequer intenciono que este manifesto seja nada parecido com as 95 teses de Lutero, mas o que intenciono é que TODO o povo de Deus, sejam baptistas ou presbiterianos, calvinistas confessionais ou não, homens ou mulheres, jovens ou adultos, pastores ou ovelhas, TODOS sejam compelidos não por este texto ou qualquer outra pessoa, mas pelo próprio Deus e a sua Santa Palavra, a deitar fora toda a demagogia e psicologia das nossas Igrejas e como Lutero erguer as nossas vozes em protesto contra todos aqueles que se oponham à palavra de Deus ou a usem para beneficio próprio.

Eu estou pronto! E tu?


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: