Manual de Escatologia por J. Dwight Pentecost

3 11 2010

TITULO: Manual de Escatologia

TITULO ORIGINAL: Things to come

EDITORA: Editora Vida

AUTOR: J. Dwight Pentecost

Nº de paginas: 613

NOTA DA REFORMA MONERGISTA: 7/10

Um livro que busca explicar uma das doutrinas mais complicadas da Cristandade, a escatologia. Mas este livro não se resume apenas a Escatologia, mas os seus primeiros capítulos são uma analise aprofundada de hermenêutica bíblica, seja a sua história ou as melhores técnicas de interpretação nos dias modernos. Também dedica uma grande parte ao estudo das alianças que Deus realizou com o povo israelita.

Outro aspecto fundamental a realçar, é a honestidade de este livro ao analisar as varias teorias acerca do rumo dos acontecimentos futuros, apesar de ser um pré-tribulacionista Pentecost tenta ser o mais isento possível na analise dos vários tipos de escatologia (pré-tribulacionista, meso-tribulacionista, pos-tribulacionista, amilenarista), ficando apenas como ponto negativo a falta de uma analise ainda que superficial à visão preterista, facto que pode ser justificavél pelo livro ter sido escrito em 1964, e talvez nessa altura não haver grande discussão de esse assunto, no entanto fica o reparo.

Este livro é um dos melhores compêndios acerca de escatologia existentes hoje em dia, recomendo-o vivamente.

Os Capitulos:

  • A Interpretação da profecia
  1. Os métodos de interpretação
  2. História da interpretação
  3. Considerações gerais sobre a interpretação
  4. Interpretação da profecia
  5. A aliança abraâmica
  6. A aliança palestinia
  7. A aliança davídica
  8. Uma nova aliança
  9. O decurso da era presente
  10. A teoria do arrebatamento parcial
  11. A teoria do arrebatamento pós-tribulacionista
  12. A teoria do arrebatamento meso-tribulacionista
  13. A teoria do arrebatamento pré-tribulacionista
  14. Os acontecimentos para a igreja após o arrebatamento
  15. A doutrina bíblica da tribulação
  16. A relação da igreja com a tribulação
  17. A relação entre o Espirito Santo e a tribulação
  18. Israel na tribulação
  19. Os gentios na tribulação
  20. A campanha do Armagedom
  21. Os juízos da tribulação
  22. A história da doutrina do segundo advento
  23. As ressurreições associadas à segunda vinda
  24. Os julgamentos associados à segunda vinda
  25. O conceito de reino no Antigo Testamento
  26. O plano do reino no Novo Testamento
  27. O plano do reino na presente era
  28. A doutrina bíblica do milénio
  29. O governo e os governadores do milénio
  30. A adoração no milénio
  31. A relação entre os santos vivos e os santos ressurrectos no milénio
  32. A preparação para o reino eterno
  33. Nova Jerusalém, a cidade celestial

Excelente para leitura de uma ponta à outra ou para consultas esporádicas. Já leram este livro?Que outros livros de Escatologia recomendam?


Ações

Information

4 responses

3 11 2010
paulo sérgio

Espetacular,

o maior e melhor livro de Escatologia Bíblica.
Todos devem ter este manual em mãos.
Que o Senhor seja exaltado pela iniciativa.
Em Cristo.

14 04 2011
willams

O Manual de Escatologia de J. Dwight Pentecost serve de inspiração para as mais diversas igrejas como fonte de estudo sobre o Apocalipse. Só tem um porém, o livro ensina O paraíso na terra, contém diversos erros de interpretação que estão levando os seus leitores desavisados ao reinado do Anticristo e da Besta do abismo (o cristo cósmico). O manual de escatologia diz que a terra será governada por “deus” e por um político que trará a paz e o amor global, quem é esse político? A resposta está na Bíblia Sagrada – O Anticristo.O Manual de Escatologia de J. Dwight Pentecost serve de inspiração para as mais diversas igrejas como fonte de estudo sobre o Apocalipse. J.Dwight não sabe, mas ele faz parte do sistema babilônico de igrejas americanas que tem a função de espalhar as suas interpretações errôneas pelo mundo.
Infelizmente ele tem alcançado êxito implantando os seus estudos nos mais diversos cursos de escatologia (seja on-line ou não) e também em escolas dominicais. A sua principal missão é mobilizar a igreja para que todos cooperem com a reconstrução do paraíso na terra.

Esses erro de interpretação Bíblica foi criado por Baha’u’llah no inicio do século 19 e encontram-se escritos em seus diversos livros e epístolas. Podemos citar um trecho do livro “A proclamação de Baha’u’llah”, onde ele se apresenta como o revelador dos mistérios, intérprete das escrituras sagradas e educador da humanidade através da sua “maravilhosa língua”:

“…esta uma Epístola na qual a Pena do Invisível anotou o conhecimento de tudo o que já havia e o que haverá – conhecimento esse que nenhuma outra, senão Minha Língua maravilhosa pode interpretar (…) ó povos da terra! Acautelai-vos para que nenhuma referência à sabedoria vos exclua de sua Fonte, nem vos impeça do seu Ponto de Alvorecer. Fixai vossos corações em vosso Senhor, o Educador, a Suma Sabedoria….” (Baha’u’llah).

Para que os cristãos (católicos e evangélicos) aceitassem a interpretação de Baha’u’llah, o seu filho Abdu’l’Bahá partiu para os EUA e ” evangelizou ” as primeiras igrejas e desde então o reino dos seus na terra passou a acompanhar os principais escatologistas, teólogos e outros líderes evangélicos.

O manual de escatologia pode ser resumido em 22 tópicos que contém diversos erros de interpretação que estão levando ao reinado do Anticristo e da Besta do abismo (o cristo cósmico), mal sabe J. Dwight Pentecost que ele esta servindo ao cristo errado.

O manual de escatologia diz que a terra será governada por “deus” e por um político que trará a paz e o amor global, mas esse político é o Anticristo :

“… o governo divino por meio de um representante divinamente escolhido que fala e age em nome de Deus; um governo que tem referência especial à raça humana, apesar de em última análise abranger o universo; e esse governante mediatório é sempre um membro da raça humana. (Alva J. MCCLAIN, The greatness of the kingdom, anotações de sala de aula não publicadas, p. 2)”

Abaixo temos os alguns tópicos – somente alguns- acompanhado de alguns comentários:

1) Um reino material com duração de mil anos, tendo Jesus Cristo como Rei (Apocalipse 20.5-6);

Comentário: Pentecost usa o método de interpretação Bahá’i, ele simplesmente adapta apenas um versículo para o seu ponto de vista sem ler o contexto geral. Os versículos anteriores falam que essas pessoas serão mortas (algumas degoladas) e por isso é impossível que eles governem na terra.

2) Satanás será preso (Apocalipse 20.1-3);

Comentário: A prisão de satanás não que dizer que teremos paz, muito pelo contrário temos uma forte apostasia. O único motivo dele ainda estar preso é que não chegou o dia do Armagedon quando ele ajuntará os exércitos da terra contra Israel. Ele não ficará eternamente preso como o autor pensa.

6) Paz universal entre os povos e as nações (Isaías 9.6; Miquéias 4.3-4; Lucas 2.13-14);

Comentário: Essa suposta paz universal acontecerá com a reforma da ONU. Os bahais usam os mesmos versículos para justificarem o reino de “deus “, nesse caso Baha’u’llah, na terra. Que acordo poderia existir espiritualmente entre cristãos verdadeiros e Bahá’is? Isso indica novamente que ele está seguindo o cristo errado.

7) A terra da Palestina será aumentada (Isaías 26.15);

Comentário: A única forma de conseguir isso é através de uma legislação forte controlada por um executivo mundial com poderes inquestionáveis. Esse é o plano da nova ordem mundial de Baha’u’llah como o guardião da fé nos diz em seu livro “Chamado às Nações” abaixo:

“…Tal estado terá que incluir dentro de sua órbita um Executivo Internacional capaz de exercer autoridade suprema e inquestionável…” (Shoghi Effendi)

Além disso, a palestina aguarda o Imã Mahdi (que é Baha’u’llah) e não o verdadeiro Cristo.

8) A topografia será alterada (Zacarias 14.4);

Em nenhum lugar na Bíblia diz que JESUS criou um plano sobre divisa de fronteiras para a terra. Novamente esse senhor interpretou o versículo errado. A única pessoa que fez isso no mundo foi Baha’u’llah. Abaixo temos mais um trecho do mesmo livro de Shoghi Effendi que fala sobre isso:

“…Nesse tratado tão compreensivo, os limites e as fronteiras de cada nação seriam claramente fixados, os princípios que baseiam as relações dos governos entre si seriam definitivamente estabelecidos…”

16) Novo Templo e sacrifícios memoriais (Isaías 56.6-7; Ezequiel 40.1 a 44.31);

Comentário: Com relação a templos em Israel, JESUS foi tão claro dizendo que isso não existiria mais:

“Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.” (Mateus 24 : 2)

O que teremos é um Templo para adoração a Baha’u’llah no norte de Israel que será usado pelo anticristo (Daniel 11:31).

18) Trabalho. O período do milênio não será caracterizado por inatividade, mas haverá um sistema econômico perfeito, no qual as necessidades do homem serão abundantemente providas por seu trabalho nesse sistema. Haverá uma sociedade plenamente produtiva, suprindo as necessidades dos súditos do Rei (Isaías 62.8-9; 65.21-23; Jeremias 31.5; Ezequiel 48.18-19). A agricultura, bem como a manufatura proverá empregos.

Comentário: O sistema econômico supostamente perfeito é a implantação de uma economia portadora do Sinal (a estrela de nove pontas) , nome e número de letras do nome de Baha’u’llah (9) que tem como base a economia verde voltada para o meio ambiente. Observe que ele fala novamente de um estado teocrático e de um rei governando a terra que é na verdade o Anticristo.

20) A língua será unificada, as barreiras lingüísticas serão desfeitas (Sofonias 3.9).

Comentário: Essa foi a gota d’água! Um idioma universal para humanidade é um dos principais mandamentos de Baha’u’llah, e não de JESUS, que está em seu Kitáb-i-aqdas ( a carta magna da nova ordem mundial) descrito no artigo K189 ; e na Bíblia é aquele livrinho descrito em Apocalipse capítulo 10.

K 189. Ó vós parlamentares no mundo todo! Escolhei um único idioma a ser usado por todos na terra, e adotai igualmente uma escrita comum (…) Ele, deveras, é o Mais Generoso, o Onissapiente, O de tudo informado. Isto será causa de unidade, se o pudésseis compreender…)

Além disso, a linguagem descrita em Sofonias 3:9 refere-se aos ensinamentos de Jesus no novo testamento e sua palavra que uma vez usada de forma correta faz com que não exista divisão dentro da igreja.

“Porque a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hebreus 4 : 12)

E para terminar J. Dwight Pentecost escreve o maior absurdo nesse manual de escatologia dizendo que esse rei ( o que governará a terra) virá do trono de Davi. Ele chama essa transição de “Aliança Davídica” na terra usando vários versículos bíblicos de forma totalmente errada:

“Aliança Davídica (2Samuel 7.4-17; 1Crônicas 173-15) – nesta Aliança, Deus prometeu que Israel sempre teria um rei da linhagem de Davi, portanto, o trono seria de possessão perpétua da família Davídica, descendentes da tribo de Judá, sendo que este rei reinaria sobre a nação como um todo.”

A verdade sobre essa tal – Aliança Davídica – é que Baha’u’llah ( o cristo cósmico) descende do Rei Davi (ver Baha’u’llah e o trono do rei Davi ) e o Anticristo também, pois a linhagem da coroa Britânica vem da dinastia merovíngia que afirma ter descendência do rei Davi.

Referência:

http://solascriptura-tt.org/EscatologiaEDispensacoes/ReinoMilenarJesusCristo-CleversonFaria.htm

14 04 2011
willams

Eu tenho este manual e já li algumas pequenas partes dele ,mas não cheguei a analisar profundamente. toda informação sobre o manual que passei p/ vcs está no site http://www.iead-pvh.com/portal/modules/news/article.php?storyid=2305

22 08 2011
Pr. Ari Rufino Mendes.

Quero parabenizar pelo excelente trabalho de resumo a respeito do assunto e do livro Manual e escatologia de J. Dwight Pentecoste. Efetuado pelo irmão Paulo Sergio. Deus continue te abençoando. abraço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: