Testemunhas de Jeová – Criticismo, contradições, polémicas (Parte 2)

29 11 2010

1ª Parte do Estudo aqui

Esta seita é talvez das maiores seitas mundiais a que mais se distancia do Cristianismo tradicional, a sua doutrina difere em vários pontos, e para não prolongarmos demasiado o texto exporemos alguns pontos de criticismo a esta sociedade:

“Tradução” altamente tendenciosa

Ponho tradução entre aspas pois claramente notasse que nenhum dos “tradutores” tinha formação aprofundada dos idiomas bíblicos. Logo o termo mais correcto seria “paráfrase”

A “tradução” das escrituras sagradas aceite pela sociedade é conhecida como “Tradução do Novo Mundo”. E ela de certa forma é única, ela é a única “tradução” da Biblia que utiliza intencionalmente de métodos e sistemas de revisão de maneira a concordar com as doutrinas de esta seita. Em vez de se conformarem com a Escritura, eles conformaram a escritura ao que eles criam. A titulo de exemplo, para não prolongar demasiado o texto, os “tradutores” deliberadamente alteram a palavra Senhor (Kyrios) e Deus (Theos) por Jeová (YAHWEH), no entanto, quando lhes convém à sua “teologia” colocam Senhor ou Deus com letra minúscula (exemplo João 1:1)

Prova disso são as inúmeras “revisões” à paráfrase,  alterações que podem ser vistas aqui (TEXTO EM INGLÊS, se alguém precisar tenho todo o prazer em traduzir para português é só pedir).

Uma característica também muito interessante acerca desta seita, é eles não aceitarem  qualquer outra “tradução” como autoritária, no entanto quando lhes convém apoiam-se em algumas traduções para mostrar aos outros que não são os únicos a traduzirem certos textos de essa forma (exemplo João 1:1). O problema é que nenhuma de essas traduções são reconhecidas por eruditos nas línguas dos textos originais, pelo contrario são quando muito criticadas por eles. Já para não falar que alguns de estes tradutores têm ligações com ocultismo e espiritismo, como já disse e parece ser bastante evidente quando convêm fecha-se os olhos a certas coisas.

Cuidados médicos proibidos

A sociedade sempre teve um posicionamento digamos que muito excêntrico em relação a cuidados médicos e outros assuntos, em tempos vacinas e transplantes eram absolutamente satânicos, mas agora são aceites e incentivados. Parece que um dos objectivos da sociedade sempre foi voltar-se contra tudo que era ortodoxal na medicina e na sociedade em geral, por exemplo chegou a ser desaconselhado (no próximo ponto veremos que desaconselhar para esta seita é sinonimo de proibir) o uso de alumínio (sim alumínio!) para cozinhar.

Mas secalhar a mais mediática das proibições das Testemunhas de Jeová será a questão do sangue. Apesar de existirem minorias no seio da organização que se opõem a este ensino. Mais uma vez se falar isto com qualquer Testemunha de Jeová, ele irá responder não proíbem, apenas “desaconselham”. Não é minha intenção aqui refutar estas posições biblicamente, apenas digo que não existe regra a não ser a palavra do Corpo Governante para definir o que se pode e o que não se pode fazer! Não se pode receber transfusões de sangue completo, mas pode-se receber transfusões de componentes do sangue, mas aqui existem pormenores interessantes, não se pode fazer transfusão de plaquetas (0.17% do sangue) nem de G. Brancos (0.10% do sangue) mas no entanto albumina (2.20%) já se pode. Os fieis desta seita dependem só e exclusivamente da palavra de homens no que podem ou não podem fazer. Interessante que na opinião deles o sangue representa a vida, no entanto estão dispostos a deixar uma pessoa morrer por darem mais importância ao símbolo do que aquilo que o símbolo representa, isto em português chama-se IDOLATRIA.

Estrutura ditatorial autocrática sem liberdade de pensamento e expressão

A estrutura dos Testemunhas de Jeová, não prevê a liberdade de expressão. Uma pesquisa na internet demonstrará centenas e milhares de casos de silenciamento de fieis, muitas vezes com prejuízos graves para esses fieis, pois é imposta aos familiares e amigos desses dissidentes que ainda estejam na sociedade, um blackout.

Na verdade esta posição incoerente e autocrática fica bem patente em várias situações, não atiram bouquets nos casamentos pois não é bíblico, mas no entanto, as noivas vestem vestidos brancos e existe troca de alianças.

Não festejam o Natal, mas no entanto aceitam o subsidio de Natal (13º mês)

Não fazem greves (eu acredito que em certas situações elas são licitas aos crentes), mas aceitam os benefícios que os sindicatos conseguem através delas.

Enfim quando convém fecha-se os olhos não é?

Profecias falhadas

Uma das características mais evidentes das Testemunhas de Jeová, é o seu apego à Escatologia, de facto está provado que os anos em que mais pregaram/publicaram acerca da proximidade (não confundir com iminência) do Armagedão.

Algumas previsões por data de publicação:

1877- O Reino de Deus iria ter controlo total sobre a Terra em 1914, o povo judeu seria restaurado e os santos arrebatados

1891 – 1914 seria o limite do domínio dos ímpios

1914 – Anarquia mundial marcaria o fim da Era do Gentios

1916 – A 1ª Guerra Mundial terminaria com o Armagedão e arrebatamento dos santos

1917 – Em 1918 a Cristandade iria ser sucedida por governos revolucionários, Em 1920 todos os governos terrestres desapareceriam, com a anarquia a prevalecer

1920 – O reino do Messias seria estabelecido em 1925. Abraão Isaque e Jacó ressuscitariam. Os que se demonstrassem fieis jamais morreriam.

1922 – A ultima profecia é novamente veiculada como “correcta para alem da duvida”; “absolutamente e inqualificavelmente correcta”; Tendo o “selo de aprovação do Deus Todo Poderoso”; e “demasiadamente sublime para ser obra do acaso ou de invenção humana”

1924 – Restauração seria logo após o dia 1 de Outubro de 1925; Jerusalém tornar-se-ia capital mundial; Abel Noé Moisés e João Baptista dariam instruções através da rádio e aviões trariam pessoas a Jerusalém de todo o mundo em poucas horas

1938 – O fim estava demasiado próximo para casamentos e ter filhos

1941 – Poucos meses faltam para o fim

1942 – O fim estava imediatamente à nossa frente

1966 – Novo fim seria “apropriado” no Outono de 1975

1968 – Ninguém pode afirmar “com certeza” a data de 1975, mas o tempo “escasseia rapidamente”, “eventos que abalarão a Terra” irão acontecer. “Apenas cerca de 90 meses até que os 6000 anos da existência do homem na Terra estejam completos”

1974 – É recomendado às Testemunhas que vendam as suas casas e que “passem os últimos dias a fazer serviço pioneiro”

1984 – Diversas indicações de que o fim estava mais próximo que o fim do século

Se precisarem da Bibliografia destas profecias por favor peçam num comentário ou por email.

Em Cristo

Fábio Silva


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: